Governador Paulo Hartung visita Rede Cuidar em Nova Venécia

O governador Paulo Hartung visitou, nesta quinta-feira (17), a unidade da Rede Cuidar localizada no município de Nova Venécia, na região Norte do Espírito Santo. Essa será a primeira das cinco unidades de cuidado integral à saúde a ser inaugurada.

Durante a visita ao espaço, o governador reforçou que a Rede Cuidar é um modelo de gestão inovador na saúde pública e tem como objetivo atender a população na prestação de serviços médicos especializados com atendimento regionalizado. Hartung destacou que o programa é uma ação articulada entre municípios, Estado e União e ressaltou a complexidade burocrática em viabilizar a Rede Cuidar. “Praticamente uma construção federativa”, disse.

Entre os benefícios da Rede Cuidar estão o atendimento mais próximo do cidadão, evitando deslocamento para a Grande Vitória, redução do tempo de espera para consultas e exames e um atendimento personalizado e humanizado. A novidade é que o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) poderá realizar consultas e exames no mesmo local, com uma equipe multiprofissional, e sairá do atendimento com um plano de cuidado que inclui dicas de nutrição e de atividades físicas. Com a implantação das cinco unidades (Nova Venécia, Santa Teresa, Guaçuí, Linhares e Pedra Azul) da Rede Cuidar, a estimativa é que 1 milhão de pessoas deixem de ser direcionadas para atendimento na Grande Vitória.

“Essa unidade está servindo de laboratório para as demais que queremos abrir em todo o Estado. Particularmente, fiquei emocionado ao visitar esta estrutura que já conta com consultórios, áreas para realização de exames, espaço administrativo, e tudo muito próximo dos usuários. As prefeituras e os Governos Estadual e Federal são sócios neste projeto que irá levar dignidade e serviços mais humanos para toda comunidade da região Norte do Estado. Será o fim de ambulâncias cruzando o Estado para atendimento médico”, afirmou o governador Paulo Hartung.

“A unidade da rede cuidar de Nova Venécia que será administrada pelo CIMNORTE, consórcio de saúde do qual sou presidente, será um sistema inovador de atenção a saúde, um sistema no qual o paciente depois de encaminhado pela atenção básica do município chegará a rede cuidar já com pré diagnóstico e lá receberá atenção de psicólogo, nutricionista, educador físico, enfermeiro e médico e ao final da consulta receberá um plano de cuidados sobre sua saúde e com exames já pré-agendado, mas o mais importante que o paciente terá a consciência de que 70% de sua saúde dependerá dele mesmo. É uma nova forma de abordagem da saúde. Mas que p isso acontecesse houve muita luta dos servidores, secretários e prefeitos que juntamente com governo do estado estamos nessa luta cujo objetivo principal é o bem estar da população e eu como presidente do consórcio nunca faltei a essa luta em favor do nosso povo”, explicou o Presidente do CIMNORTE e Prefeito de Mucurici Dr. Osvaldo Fernandes.

Na avaliação de Pretta Cani, superintendente da Secretaria de Estado da Saúde na Região Norte, a Rede Cuidar vem para dar um rumo ao trabalho realizado na região. Ela ressaltou que 14 prefeituras se uniram em torno de um objetivo: preencher as lacunas no atendimento da saúde da população e dar qualidade a este atendimento. “Isso faz bem não apenas para os pacientes, mas é um incentivo aos trabalhadores da área de saúde, que estão muito motivados para reescrever o SUS e tornar o Norte ainda mais forte”, comentou a superintendente.

A abertura das unidades da Rede Cuidar é um processo de trabalho novo, em que a equipe de saúde elabora um plano de cuidados para cada paciente. Esse plano é feito pelo conjunto de especialistas da unidade (médico, enfermeiro, nutricionista, educador físico, assistente social etc.) junto com o paciente, em função do problema de saúde dele.

Assim, o paciente não mais será atendido por um especialista e sairá da consulta com uma receita médica e um pedido de exames. O atendimento vai gerar dentro da unidade um plano de cuidados, que vai ser gerenciado, no dia a dia, pela equipe de atenção primária do município onde esse cidadão mora. Então, existe uma interação muito grande entre a unidade de especialidades da Rede Cuidar e a equipe do Programa de Saúde da Família (PSF) do município onde o cidadão vive.

A atenção primária vai acompanhar o paciente para ver se ele está seguindo a dieta recomendada, se está fazendo atividade física, se está cuidando de uma lesão do pé diabético, se está tomando a medicação de forma adequada, se os exames que ele tinha que fazer foram realizados, enfim, isso tudo vai ser gerido pela atenção primária. E os dois serviços, PSF e Unidade Cuidar, vão interagir o tempo todo.